Wagoya – Arte e Tradição da marcenaria

Wagoya – Técnica de união em marcenaria sem utilizar pregos

WagoyaOs carpinteiros japoneses desenvolveram técnicas de união (Wagoya) bastante avançadas e eventualmente construíram grandes edificações sem usar pregos. Juntas complexas presas com cordas podem ser vistas nas estruturas de casas antigas no Japão com frequência.

Embora haja uma prática comum entre os carpinteiros japonêses, definida por um vocabulário particular de ferramentas, juntas e técnicas de construção, um carpinteiro se identificará tipicamente com uma de quatro diferentes profissões.

Miyadaiku (宮大工), voltado para a construção de templos e santuários, e renomados pelo extensivo uso das juntas elaboradas e pelo fato de que suas construções estão entre aquelas com mais tempo de construção no país.

Construtores de residências e casas de chá são chamados sukiya-daiku (数奇屋大工) e são famosos pelas construções esteticamente delicadas feitas com materiais rústicos.

Os carpinteiros que se dedicam aos móveis são sashimono-shi (指し物師) e ainda, temos os termed tateguya (建具屋), dedicados aos acabamentos de interior, como shōji (障子) e ranma (欄間).

Wagoya

Matana.

Você gostaria de conhecer outro aspecto curioso sobre o Japão?

Por gentileza, não se esqueça que estou em uma jornada no aprendizado de um novo idioma. Assim, posso cometer alguns erros, tanto de grafia como de tradução ou mesmo, de interpretação. Portanto, tenham paciência. Obviamente, críticas construtivas são sempre bem vindas. Para tanto, utilizem o formulário neste link ou o espaço para comentários logo abaixo deste tópico.

Estou neste momento fazendo curso online neste website. Posso dizer que estou gostando muito. Além disso, acompanho vários canais de vídeo  no Youtube e artigos na Internet. Sempre que possível vou procurar manter atualizada a lista de links que julgo relevantes. Ela é facilmente identificável na coluna direita de nossa página.

Comentários via Facebook

Wagoya – Arte e Tradição da marcenaria

Wagoya – Técnica de união em marcenaria sem utilizar pregos

WagoyaOs carpinteiros japoneses desenvolveram técnicas de união (Wagoya) bastante avançadas e eventualmente construíram grandes edificações sem usar pregos. Juntas complexas presas com cordas podem ser vistas nas estruturas de casas antigas no Japão com frequência.

Embora haja uma prática comum entre os carpinteiros japonêses, definida por um vocabulário particular de ferramentas, juntas e técnicas de construção, um carpinteiro se identificará tipicamente com uma de quatro diferentes profissões.

Miyadaiku (宮大工), voltado para a construção de templos e santuários, e renomados pelo extensivo uso das juntas elaboradas e pelo fato de que suas construções estão entre aquelas com mais tempo de construção no país.

Construtores de residências e casas de chá são chamados sukiya-daiku (数奇屋大工) e são famosos pelas construções esteticamente delicadas feitas com materiais rústicos.

Os carpinteiros que se dedicam aos móveis são sashimono-shi (指し物師) e ainda, temos os termed tateguya (建具屋), dedicados aos acabamentos de interior, como shōji (障子) e ranma (欄間).

Wagoya

Matana.

Você gostaria de conhecer outro aspecto curioso sobre o Japão?

Por gentileza, não se esqueça que estou em uma jornada no aprendizado de um novo idioma. Assim, posso cometer alguns erros, tanto de grafia como de tradução ou mesmo, de interpretação. Portanto, tenham paciência. Obviamente, críticas construtivas são sempre bem vindas. Para tanto, utilizem o formulário neste link ou o espaço para comentários logo abaixo deste tópico.

Estou neste momento fazendo curso online neste website. Posso dizer que estou gostando muito. Além disso, acompanho vários canais de vídeo  no Youtube e artigos na Internet. Sempre que possível vou procurar manter atualizada a lista de links que julgo relevantes. Ela é facilmente identificável na coluna direita de nossa página.

Comentários via Facebook
Você está aqui: Alexandre Zart > Cultura > Wagoya – Arte e Tradição da marcenaria
Learn Japanese with JapanesePod101.com
%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas